Home » , » 6ºEpisódio «REENCONTROS»

6ºEpisódio «REENCONTROS»



INT. CASA DE ANABELA - SALA TARDE
(CONTINUAÇÃO)
Laura e Rita continuam sentadas no sofá da sala a conversar. Laura continua sem reacção, após ser questionada por Rita.

RITA
Laura! Ouviste a pergunta que te fiz?

LAURA
Hã? Ah, a pergunta. Sim é claro que gosto do Miguel que pergunta é essa, Rita?!

Laura nervosa e disfarçando com um sorriso.

RITA
Laura calma! Eu só te fiz uma pergunta, não é preciso ficares nervosa.

LAURA
Quem eu? Nervosa!? Ah, é impressão tua. 

Laura levanta-se do sofá. 

LAURA
Bem, vou para casa. Vou-me preparar para o jantar de logo á noite.

RITA
Mas tu moras mesmo aqui ao lado, porquê que não vais daqui a pouco? 

LAURA
Eu gosto de preparar as coisas com calma.

RITA
Então depois eu passo lá por casa para ver como vais para o jantar.

LAURA
Está bem. 

Laura dirige-se para a porta de casa e Rita permanece sentada no sofá seguindo-a apenas com o olhar.

Quando Laura abre a porta para sair, Tomás está do lado de fora para entrar.

TOMÁS
Então já vais?

Pergunta Tomás assim que se depara com Laura.

LAURA
Sim já. Tenho muita coisa para fazer, até logo.

Laura saindo.

TOMÁS
Adeus, até logo.

Tomás a entrar.

Tomás entra, fecha a porta e pousa a chaves e dirige-se para junto de Rita que continua sentada no sofá.

TOMÁS
Então maninha? O que é que se vê na televisão? 

Tomás sentando-se no sofá.

          RITA
Olha nada de jeito. E tu aproveita bem, amanhã começas a trabalhar como camareiro.

Rita rindo e gozando na brincadeira com o novo trabalho do irmão. 

Tomás
Ah-ah-ah-ah! Tens tanta piada.

Tomás, dando com uma almofada na cara de Rita.

RITA
Au, estupido!

Rita, dando com uma almofada no peito de Tomás, sorrindo.

RITA
Então e já tiveste com a Vitória?

TOMÁS
Não, vou ter com ela agora.

RITA
Aproveita, olha que depois vais ser camareiro.

Rita continuando a provocar Tomás.

TOMÁS
Eu vou é ter com a Vitória que ainda não fui ter com ela.

RITA
Ainda não lhe disseste que amanhã já trabalhas no hotel Valente?

TOMÁS
Não, mas é o que vou fazer agora.

Rita abana a cabeça, Tomás levanta-se e sai.

INT. CAFÉ DE ALICE TARDE
Alice e Vitória estão sentadas numa das messas a conversar.

ALICE
É o Tomás, não é?

VITÓRIA
Sim mãe é.
(Pausa)
O Tomás agora não se preocupa comigo, não me dá atenção, não me liga nenhuma.

ALICE
Ó filha, mas tens de ser tu a falar com ele, tens de ser tu a fazeres ver-lhe as coisas. Ele é um rapaz impecável, ele não deve fazer por mal.

VITÓRIA
Começo achar que o nosso namoro tem que chegar ao fim.

Com isto, Tomás entra no café e aproxima-se de Alice e Vitória.

TOMÁS
Boas! Vitória fui á livraria e estava fechada, queria convidar-te para um passeio.

Vitória olha Alice com um ar estarrecido.

INT. HOTEL VALENTE – SALÃO DE ESTÉTICA TARDE
Rute está a terminar as unhas á cliente quando é surpreendida por Gonçalo. 

GONÇALO
Boa tarde!

RUTE
Ó filho, por aqui?

Rute levantando-se e chegando á parte com Gonçalo. 

GONÇALO
Passei por cá para lhe dar um beijo e para lhe pedir uma coisa.

RUTE
Logo vi. Que coisa é essa?

GONÇALO
Sabe é que a minha mesada já acabou e… e eu queria pedir-lhe dinheiro.

RUTE
Ó filho, mas o que é que faz á sua mesada? O seu irmão… 

GONÇALO
         (Interrompendo)
         O Miguel trabalha, logo recebe o seu dinheiro. Eu como sou o irresponsável, a ovelha  
         ranhosa, não tenho nada disso.

RUTE
Gonçalo, não vai começar, pois não?

GONÇALO
Eu sei que a mãe sabe que é verdade.
(pausa)
Então? Vai dar-me o dinheiro ou não?

EXT. RUA DE LISBOA TARDE
Tomás e Vitória passeiam pela rua de mão danda. Tempo depois, sentam-se num banco de um jardim.

TOMÁS
O que é que se passa contigo, Vitória?

VITÓRIA
Posso fazer-te uma pergunta?

TOMÁS
Claro que sim, amor.

VITÓRIA
Tu ainda gostas de mim?

TOMÁS
Que pergunta é essa, Vitória?
É claro que gosto de ti e muito.

VITÓRIA
Não sei. É que tu já não me dás atenção nenhuma… Parece que já não existo para ti. 

TOMÁS
É claro que ainda existes. Tu és muito importante para mim, Vitória. E se às vezes não te dou a atenção que mereces, não é por mal, desculpa.

VITORIA
Eu também só tenho é trabalho, trabalho. Pouco tempo tenho para nós.

TOMÁS
Ah! Por falar em trabalho, começo já amanhã a trabalhar no hotel Valente como camareiro.

VITÓRIA
Asserio? Que bom!

TOMÁS
Desculpas a minha distracção com o meu amor?

Tomás com um sorriso.

VITÓRIA
Sim, desculpo. 

Os dois beijam-se. 

EXT. HOTEL VALENTE TARDE
Gonçalo está na rua junto ao hotel a falar ao telefone. Ao mesmo tempo vai abrindo o carro.

GONÇALO
A minha mãe deu-me o dinheiro. Agora vamos poder ter umas noites inesquecíveis. 

Gonçalo entra no carro.

GONÇALO
(Ouve)
Não te preocupes. Essas coisas ficam por minha conta. Beijos.

E desliga o telemóvel. Gonçalo liga o carro e arranca.

EXT. BAIRRO JEREMIAS TARDE
Tomás e Vitória chegam agora do passeio. Vêm mais felizes, principalmente Vitória.

VITORIA
Bem, eu vou abrir a livraria.

TOMÁS
Eu vou para casa. Á noite vais fazer alguma coisa?

VITÓRIA
Não sei. Não sei se fico a descansar, não sei.

TOMÁS
Está bem. 

Tomás e Vitória beijam-se e cada um vai para o seu lado.

CONTINUA…

Share this article :

Postar um comentário

 

Copyright © 2013 MAIS SIC Todos os direitos reservados